Ministério da Justiça - MS Parceria: O Porta-Voz e Painel do Coronel

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Lula volta a pedir fim de subsídios agrícolas

O presidente Lula voltou a exigir, em Gana, que a União Européia e os Estados Unidos acabem com o programa de subsídio aos fazendeiros e aos produtos agrícolas.
Sem os benefícios, o Brasil e outros países que não pertencem ao Primeiro Mundo poderiam se tornar mais competitivos na Europa e nos territórios americanos.
O presidente pediu ainda que haja um programa para transferência de tecnologia aos países mais pobres, com o objetivo de que estes desenvolvessem sua agricultura.
Lula falou pouco antes da abertura da 12ª Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento, descrita por Ban Ki-Moon, secretário-geral da ONU, como realizada em um momento muito oportuno.

Jovem Pan

domingo, 20 de abril de 2008

Lula diz que etanol dos EUA à base de milho é "equívoco"

19/04/2008 - 15h28


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou neste sábado o uso do milho para produção de biocombustíveis, como é feito nos Estados Unidos, segundo informação da agência oficial do governo.

"As políticas de biocombustíveis só têm um equívoco, que é a decisão americana de produzir álcool do milho", disse Lula aos jornalistas que o acompanham durante viagem a Gana, na África. "Certamente que isso reflete no preço de um produto que é importante para a ração animal, que é o milho", afirmou o presidente, segundo a Agência Brasil.

A POLÊMICA DOS BIOCOMBUSTÍVEIS
Olivier Asselin/AP
Lula encontrou-se neste sábado com o presidente de Gana John Agyekum Kufuor
MAIS NOTÍCIAS DO DIA
IMAGENS DESTE SÁBADO
DECLARAÇÕES MAL-INTERPRETADAS
AMORIM: DISCURSO EQUIVOCADO
FIM DOS SUBSÍDIOS AGRÍCOLAS
Preço do petróleo
Os biocombustíveis - considerados por muitos países como alternativas mais ecológicas aos combustíveis derivados do petróleo - têm sido alvo de críticas recentes.

Muitos dizem que o uso de alimentos para produção de combustíveis é um dos fatores responsáveis pela alta no preço dos alimentos, que tem gerado crises políticas e violência em alguns países.

O governo do Brasil tem dito que o etanol nacional, feito à base de cana-de-açúcar, não está contribuindo para a crise atual, já que a cana não estaria entre os alimentos em alta.

Em Gana, Lula sugeriu que parte da inflação dos alimentos pode estar sendo causada pelo aumento no preço do transporte, causado pela alta do barril de petróleo. "É muito estranho alguém fazer críticas aos biocombustíveis sem fazer nenhuma crítica ao barril do petróleo, que subiu de US$ 30 para US$ 103", afirmou.

O presidente norte-americano George W. Bush rejeitou neste sábado as versões de que estaria reduzindo as exigências sobre a Coréia do Norte por seu programa nuclear e disse que não aceitará um acordo que vá de encontro aos interesses dessa região. Leia mais
BUSH E O TEMA NUCLEAR
"No caso do Brasil, nós estamos provando que é possível produzir biodiesel e aumentar a produção agrícola, sobretudo na área de grãos. Acho que teríamos um problema grave se produzíssemos muito alimento e não tivéssemos para quem vender."

Lula chegou neste sábado à Gana para participar de uma reunião especial da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad). Ele ficará no país até segunda-feira. Neste sábado, Lula assinou acordos bilaterais de cooperação nas áreas ambientais e de biocombustíveis com Gana.

UOL

sábado, 12 de abril de 2008

Lula chega à República Tcheca para assinar acordos bilaterais

12/04/2008 - 04h42

Praga, 12 abr (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que visita a República Tcheca, será recebido hoje em Praga por seu colega tcheco, Vaclav Klaus, para assinar um Acordo de Cooperação Econômica e Industrial e outro em matéria de cooperação diplomática.

Klaus oferecerá depois um almoço à comitiva brasileira, que visitará ainda locais históricos da capital tcheca.

Em seguida, Lula oferecerá uma recepção a Klaus na Embaixada do Brasil na República Tcheca.

O Brasil é o principal parceiro comercial da República Tcheca na América Latina, e espera-se que a visita contribua para aprofundar as relações econômicas entre os dois países.

Lula chegou ontem à noite a Praga para iniciar a primeira visita oficial de um chefe de Estado brasileiro a esse país europeu.

O presidente chegou à capital tcheca acompanhado da primeira-dama, Marisa Letícia, e de outros membros de seu Executivo.

A delegação brasileira está hospedada no hotel Hilton e retornará ao Brasil em um vôo que decola hoje às 18h20 (13h20 de Brasília).

UOL